sábado, 5 de fevereiro de 2011

Manutenção do Jardim

Muitas vezes, quando sou contratada para fazer um projeto de paisagismo, a primeira questão que o cliente coloca é que “quer um jardim sem necessidade de manutenção”. Um jardim sem manutenção NÃO EXISTE. Podemos colocar plantas de fácil manutenção, porém ela sempre vai ser necessária.
Quando se contrata um profissional para fazer a manutenção, deve se levar em conta o conhecimento técnico deste profissional. Fazer manutenção não é apenas cortar a grama. Para se manter um jardim bonito e saudável precisamos de muitas etapas. Nunca contrate o jardineiro ou o paisagista que cobrar o menor valor. O valor cobrado depende da experiência, do tamanho da área, da dificuldade da manutenção. Pesquise sempre sobre o trabalho do profissional a contratar.
O próprio nome já diz MANUTENÇÃO para manter o jardim saudável. Não se faz a manutenção só quando aparecem pragas ou doenças.
O que uma manutenção deve incluir:
- poda da grama, de contenção e de formação, isto inclui galhos e folhas secas, com pragas ou doenças.
- adubação na época certa e em quantidades corretas, pois o excesso de adubo pode matar suas plantas.
- retirada de ervas daninhas e plantas invasivas.
- tratamento fito-sanitário com defensivos em dosagens corretas e com a fórmula certa para cada praga e doença.
- aeração do solo.
- replantio de mudas.
- rega.
Verifique se as ferramentas estão bem afiadas, pois uma tesoura que mastiga o galho de sua planta pode danificá-la para sempre.
Verifique também se o jardineiro retira as ervas daninhas da grama antes de cortá-la, pois existem os que passam o cortador na grama e apenas no mato, e, como o mato cresce mais rápido, ele surgirá antes mesmo do próximo corte da grama trazendo um aspecto de desleixo ao jardim.
É necessário que exista, além do jardineiro, o acompanhamento técnico do paisagista, principalmente na escolha adequada das mudas a serem replantadas ou das mudas novas que serão acrescidas ao jardim.

9 comentários:

karla Leal disse...

Muito bem colocada a questão da manutenção dos jardins, que diversas pessoas não dão a importância necessária que existe. Primeiro de tudo é muito bom se falar de como é fundamental cuidar bem de um ser vivo. Ninguém quer levar seus filhos ou algum parente mais próximo em qualquer médico, não é verdade ! E por que para cuidar das suas plantas qualquer um serve ? Na verdade as pessoas precisam se conscientizar da importância ambiental de ter um jardim bonito e principalmente SAUDÁVEL. As herbáceas não são enfeites de decoração e sim seres vivos fundamentais a nossa existência .
PARABÉNS MARISA PELA SUA EXPLANAÇÃO !
É uma pena que os órgãos públicos não se interessem por esses assuntos, pois as praças e jardins públicos da cidade do Rio de Janeiro estão abandonados, verdadeiras lixeiras com florestas de garrafas e copos de plástico, pontas de cigarro e outras coisitas mais ! Conte com o meu apoio, mestre querida.

Karla Leal
jornalista

Marcelo Costa disse...

concordo plenamente....bom fim de semana.

Marisa Lima disse...

Karla,
obrigada pelo seu comentário.
Se metade da população e dos políticos e governantes pensassem como voc6e, teríamos jardins bem cuidados como nos paises da Europa.
Um abraço.

Marisa Lima disse...

Oi Marcelo,
bom fim de semana pra você também.
Um abraço.

Maria Alice Miller disse...

É uma questão de ignorância, ou seja, de desconhecimento a respeito do que é ter um jardim. Um belo jardim é um jardim saudável e muitas pessoas acreditam que basta plantar que "a natureza cuida".
Bjs!

Marisa Lima disse...

Maria Alice,
você tem toda razão. Muitas pessoas pensam que é só plantar e a planta se desenvolve linda e saudável sem cuidados.
Ainda bem que tem quem pense diferente e faça a manutenção preventiva em seus jardins.

Stella disse...

Marisa:

Sei bem como é difícil e necessário este trabalho de esclarescimento sobre a necessidade de manutenção nos jardins!
Boa parte dos clientes que quer jardins acha que a manutenção pode ser dispensada ou entregue a alguém que não tem conhecimento bastante para executar esta tarefa de forma adequada. Pensam em cortar gastos e nem se dão conta de que, se deixarem o jardim sem os devidos cuidados, terão perdido todo o dinheiro que investiram em sua implantação.
Mas as dificuldades não terminam por aí, pois como já disse a Karla, as plantas são seres vivos e, como tal, além de precisarem de cuidados adequados e particulares, pois cada uma tem necessidades diferentes da outra (é aí que se encaixa o profissional), também precisam de atenção diária (e é aí que se encaixa o dono do jardim!). As pessoas precisam se conscientizar de que os paisagistas escolhem as plantas adequadas para cada local, identificam pragas, aplicam inseticidas ou fungicidas, adubam a terra... mas não fazem milagres!!! Portanto, não adianta deixar as pragas tomarem conta do jardim, ou passar uma semana viajando, enquanto as plantinhas morrem de sede e, depois chamar o paisagista achando que ele tem o poder da ressucitação! Seria maravilhoso se tivéssemos este dom, mas infelizmente não temos.
Manutenção é um serviço indispensável e envolve diversas etapas, mesmo para os jardins mais rústicos e simples.

Stella V. de Souza
(Paisagista)

Marisa Lima disse...

Oi Stella,
acho que vou publicar seu texto. Posso?
Bjs

Quem Somos disse...

Quanto mais matérias você publicar para conscientizar as pessoas da necessidade da manutenção e, também, de que este é um trabalho de parceria entre o cliente e o paisagista é bem-vinda!
Bjs.

 
BlogBlogs.Com.Br